Operação Gaeco: promotor não descarta "tentáculos" em outras cidades

A organização criminosa denunciada na 4ª fase da Operação Escamoteamento, deflagrada nesta quinta-feira (18), pode ter ramificações em outros municípios do Piauí.  A informação é do promotor Rômulo Cordão, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). Ele acompanhou de perto o desenrolar da operação, que cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do prefeito de Cocal, Rubens Vieira (PSDB).

Resultado de imagem para romulo cordao"Em termos de Cocal, estamos encerrando as investigações, agora pode haver outros tentáculos em relação a outros municípios. Em relação a Cocal, a gente está concluindo os trabalhos", revelou o promotor ao Cidadeverde.com.

O promotor disse que foi determinada a indisponibilidade dos bens do prefeito e que o débito imputado a ele chega a R$ 18 milhões. "A gente vai fazer a denúncia após análise desse material que foi apreendido. Foi encontrado dinheiro na residência em quantidade razoável. Estamos na fase de procura dos bens", afirmou.

O prefeito é investigado por lavagem de dinheiro, organização criminosa, fraude em licitação pública, formação de cartel e crime de responsabilidade. Durante as buscas à casa do gestor, as equipes procuravam documentos e equipamentos eletrônicos que pudessem servir como provas do suposto esquema criminoso. As equipes encontraram mais de R$ 6.500 em um cofre, R$ 3.700, uma SW4 e um Corolla. 

Entenda o caso

Esta é a segunda vez que o prefeito Rubens Vieira tem pedido de busca e apreensão autorizado dentro da mesma operação. Em abril do ano passado o alvo foi o gabinete do gestor na Prefeitura, onde o Ministério Público teria encontrado folhas que indicariam detalhes do rateamento da propina entre os integrantes da organização criminosa. Para prefeitos, o percentual seria de 10%. 

Na época, uma mulher, identificada como Auricélia, foi uma das conduzidas juntamente com o presidente da comissão de licitação da Prefeitura, Jefse e o pregoeiro Jonh Brendan. Ao todo, foi pedida a indisponibilidade de R$ 19 milhões em contas de 62 empresas, além de sequestro de bens como cinco veículos de luxo. 

A operação Escamoteamento já investigou desvios de verbs em Buriti dos Lopes e cidades do Ceará. As fraudes teriam envolvimento de empresas e empresários da Serra da Ibiapaba no Ceará, juntamente com a participação de agentes públicos.

Através de nota de esclarecimento, o prefeito Rubens Vieira disse que não há nenhuma denúncia contra ele e criticou a "prorrogação indefinida" da Operação Escamoteamento. 

 O prefeito Rubens também afirma que sempre se colocou à disposição para prestar informações e colaborar com o Ministério Público, de modo que "não há justificativa para a realização de busca e apreensão em sua residência".

Veja nota na íntegra 


O prefeito Rubens Vieira foi surpreendido, no dia de hoje (18/10), com a realização de busca e apreensão, por parte do Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em sua residência no município de Cocal - PI.

Conforme amplamente divulgado pela imprensa, tratou-se de mais uma fase da, assim chamada, operação "Escamoteamento" - a qual já se prorroga por mais de dois anos, sem que tenha havido qualquer denúncia contra o prefeito Rubens.

O prefeito está à frente de uma das gestões mais aprovadas do estado do Piauí, fato incontroverso diante do sucesso eleitoral dos candidatos ao Legislativo e Executivo Estadual apoiados por ele nas eleições deste ano. Eleito democraticamente nas urnas, o prefeito Rubens permanece com apoio e legitimidade por parte da população em razão da sua gestão de excelência, preocupada com os problemas de Cocal e concentrada na melhoria de vida dos cocalenses.

 Quanto à operação deflagrada na manhã de hoje, o que se percebe é a prorrogação indefinida de uma operação de investigação conduzida pelo GAECO. O prefeito Rubens sempre se colocou à disposição para prestar informações e colaborar com o órgão ministerial, de modo que não há justificativa para a realização de busca e apreensão em sua residência.

É de se notar que, a despeito de as investigações virem se arrastando por longos dois anos, o prefeito Rubens nunca foi alvo de denúncia por parte do Ministério Público. A realização de nova busca e apreensão só confirma a falta de provas de que tenha ele praticado qualquer tipo de ilícito.

Ainda assim, certo de que a verdade prevalecerá, o prefeito Rubens permanece à disposição dos órgãos de investigação e controle para prestar qualquer esclarecimento necessário à elucidação dos fatos.

cidade verde 

Nucepe realiza 4ª etapa do Concurso da Polícia Civil neste domingo (21)

O Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe) realizará, neste domingo (21), a 4ª etapa do Concurso da Polícia Civil para os candidatos que estão concorrendo ao cargo de Agente. A convocação foi publicada nessa terça-feira (16). Ao todo, 427 candidatos foram classificados para fazer a etapa de Avaliação Psicológica.

Resultado de imagem para policia civil piauiSegundo o edital, a Avaliação Psicológica consistirá na aplicação coletiva e na avaliação de testes psicológicos científicos autorizados para comercialização pelo Conselho Federal de Psicologia, que permitam identificar a compatibilidade de aspectos psicológicos do candidato com as atribuições do cargo, visando verificar: características de personalidade e processos psíquicos; controle emocional; capacidade de atenção; relacionamento interpessoal; capacidade de memória; raciocínio lógico e espacial; habilidades para planejar.

O edital ressalta que a avaliação prevista nesta etapa é exclusivamente para a análise dos aspectos psicológicos para a
admissão do cargo. O teste não tem como objetivo aferir a comprovação de capacidade técnica e de aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo do candidato, conforme previsto na Lei nº 10.826/2011.

A diretora do Nucepe, Ailma do Nascimento, destaca ainda que nesses dias 16 e 17 está sendo realizada a 4ª etapa para o cargo de Delegado, que compreende na Avaliação Médica. Participam do teste 179 candidatos. “Todas as etapas do concurso estão ocorrendo sem nenhuma intercorrência, em obediência restrita a tudo que preceitua o edital relativo aos três cargos, de Delegado, Agente e Perito”, conclui.

O candidato deverá comparecer com uma hora de antecedência ao local de prova para submeter-se à Avaliação Psicológica, munido de Documento Original de Identidade e informado no ato de inscrição que possibilite a conferência de assinatura e foto. A prova será realizada no campus Poeta Torquato Neto da Universidade Estadual do Piauí. Os portões serão abertos às 7h e fecharão às 7h30. A prova terá início às 8h.

Confira aqui a convocação dos candidatos aptos a realizarem a etapa.

ascom 

Polícia Civil prende suposto soldado do PCC em Bom Jesus

A Polícia Civil, através das delegacias regionais de Bom Jesus e Canto do Buriti, efetuou, nesta quinta-feira (18), a prisão de Cícero Targino da Silva Leandro, de aproximadamente 35 anos. 

Resultado de imagem para cição preso no piauiCícero é considerado uma pessoa “muito perigosa” e, inclusive, é apontado como soldado matriculado na facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC). As informações são do delegado Regional de Bom Jesus, Aldely Fontinele. 

Cição, como é mais conhecido popularmente, é investigado por receptação, tráfico de drogas, assaltos a agências financeiras, formação de quadrilha, porte ilegal de arma de fogo, homicídio e tentativa de homicídio. O delegado revela, ainda, que informantes são unânimes em dizer que Cícero é soldado matriculado no PCC. 

De acordo com as investigações policiais, Cícero atualmente realizava traslado de drogas de Canto do Buriti para abastecer Bom Jesus.

“É uma pessoa extremamente perigosa. Estávamos inclusive com receio de haver conforto no momento da prisão. Há uns anos atrás quando a polícia tentou prendê-lo, ele efetuou um disparo na mão de um policial militar e fugiu”, destaca o delegado Aldely. 

O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Doutor Élvio Coutinho, Juiz da Comarca de Bom Jesus.

Cícero deve ser encaminhado ainda hoje à penitenciária de São Raimundo Nonato. 

Fonte: Cidade Verde  

 

Vítima cai no golpe da ‘Nota Piauiense’ e transfere R$ 5,5 mil para bandidos

Um homem, que preferiu não se identificar, transferiu R$ 5,5 mil para contas bancárias depois de cair em um golpe de bandidos. Ele foi informado de que havia sido sorteado no prêmio da Nota Piauiense e que precisava ir a uma agência bancária realizar um procedimento para receber o dinheiro. Na verdade, eram transferências para os criminosos. A polícia já investiga outros casos.

O golpe começou na terça-feira (9). Primeiro ele recebeu uma mensagem no celular que informava que ele tinha sido sorteado e ganharia R$ 2,5 mil. Pare receber, ele entrou em contato com o número de telefone dos bandidos e seguiu instruções.

 
Resultado de imagem para Vítima cai no golpe da ‘Nota Piauiense’ e transfere R$ 5,5 mil para bandidos

Bandidos enviam mensagem informando que vítima foi premiada. — Foto: Reprodução/TV Clube

“Eu liguei e ele perguntou o número do sorteio, pediu para eu confirmar. Depois disse: ‘Vá na agência e eu lhe digo o procedimento. Quando chegou na parte dos valores, ele dizia para eu botar um código. Acho que fiquei cego, eu só via o valor que ia cair na minha conta, na verdade era o oposto”, contou a vítima.

O “procedimento” era uma transferência bancária, que o rapaz fez para três contas diferentes. Além disso, os bandidos instruíram ainda a vítima a depositar os comprovantes na conta bancária, dificultando a identificação dos autores.

Após registro de Boletim de Ocorrência, o rapaz conseguiu obter junto à agência bancária, os comprovantes. Agora, a polícia investiga o caso. Ainda não foi possível recuperar nenhum dos valores transferidos. Amigos estão fazendo uma rifa para tentar amenizar o prejuízo.

Como identificar o golpe

 “Já chegaram até nós três casos de pessoas que caíram no golpe e os bandidos usam até valores de prêmios como R$ 6 mil, R$ 3 mil, os nossos são outros. Todo mundo tem que ficar atento”, diz o coordenador da Nota Piauiense, Otávio Learth.

Primeiro, a Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) não manda mensagens para celulares. A única forma de saber se ganhou, é entrando no site www.sefaz.pi.gov.br/notapiauiense.

Por fim, não precisa pagar nem transferir para receber o prêmio, que está em seu 37ºª sorteio e 29 mil pessoas já foram premiadas. Os prêmios são de: R$ 50 mil, R$ 20 mil, R$ 1 mil, R$ 500, R$ 250 e R$ 100.

Qualquer suspeita de golpe deve ser denunciado na Delegacia de Combate a Crimes Contra a Ordem Tributária (Deccortec) e o contato é (86) 3216-9714.

G1

Delegados vão acionar TJ e Conselho Nacional sobre PM fazer boletins no Piauí

É um retrocesso". "É a volta dos delegados militares". "É ilegal". São essas - no mínimo - as reações dos delegados e de policiais civis do estado diante da recomendação do Ministério Público Estadual para que o policial militar possa fazer boletins nos crimes de menor potencial ofensivo. 

Resultado de imagem para Delegados vão acionar TJ e Conselho Nacional sobre PM fazer boletins no PiauíA recomendação causou mal estar entre as categorias da Polícia Civil. Tanto o Sindicato dos Delegados como o de Policiais Civis fizeram duras críticas sobre a medida. O Procuradoria Geral de Justiça deu 30 dias para a Polícia Militar implantar o sistema.

O Sindicato dos Delegados do Piauí informou ao Cidadeverde.com que irá ingressar com ação na justiça questionando a legalidade da recomendação do MPE.

"É um retrocesso essa medida. Ela causa prejuízos e não foi discutida com nenhuma categoria", disse Higgo Martins, presidente do Sindicato dos Delegados que chegou a divulgar uma nota de repúdio contra a medida. 

O delegado geral, Riedel Batista, também classificou a recomendação  como "retrocesso".

"É um sinal verde para a volta do delegado militar que já foi abolido há mais de 10 anos. É uma recomendação vaga não diz se os TCOs valem para capital e interior. É tirar a polícia da rua para fazer trabalho administrativo".  

Denuncia ao CNMP

O presidente do sindicato informou ainda que irá entrar com representação junto ao Conselho Nacional do Ministério Público, entidade máxima da instituição, que julga os excessos de procuradores e promotores no País.

Nesta terça-feira (16), o presidente do sindicato esteve com o corregedor do Tribunal de Justiça do Piauí, Ricardo Gentil Eulálio, pedindo cópias de outra decisão - na época do corregedor Sebastião Ribeiro Martins. A decisão dizia que os juízes não eram obrigados a receberem TCOs que não fossem lavrados por delegados da Polícia Civil.

Outra decisão é um parecer de 9 de janeiro de 2014 da Procuradoria Geral do Estado sobre um termo de cooperação técnica firmado entre o Ministério Público Estadual e a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal. O MPE queria que a PRF fizesse também TCOs.  O procurador considerou ilegal. 

Este ano, a Polícia Militar fez uma consulta ao corregedor Ricardo Gentil sobre a legalidade da PM fazer ou não boletins. Até agora, o corregedor não deu nenhuma decisão.

A recomendação do procurador Cleandro Moura - que está causando polêmica - já foi encaminhada a Procuradoria geral do Estado e aguarda uma posição. 

CIDADE VERDE 

PRF apreende R$ 100 mil e flagra passageiro em contato com um candidato

A PRF apreendeu no final da tarde dessa sexta-feira (05), uma quantia de R$ 100.000,00, localizado no interior de um táxi modelo, Fiat/Siena Essence, placa PIC-4643, conduzido por L. A. P de 58 anos de idade, na BR-343, em Teresina.

PRF apreende R$ 100 mil e flagra passageiro em contato com um candidato 

Segundo informações da PRF, o carro que seguia com destino a cidade de Piripiri e transportava um jovem identificado como E. H. M. L.,de 25 anos, se apresentou como proprietário do dinheiro.

Após ser questionado o passageiro informou se tratar de uma transação comercial, porém sem conseguir comprovar o fato, gerando dúvida no momento em que o passageiro foi flagrado mantendo contato com um candidato, informando a sua localização e apreensão do dinheiro.

A ocorrência  foi encaminhada à Polícia Federal de Teresina para a devida apuração criminal.

portal r10

BRASIL:Preso por estupro, homem deixa a cadeia e é suspeito de matar a filha

orácio Nazareno Lucas estava preso desde junho por ter estuprado a cunhada em 2011. Após a prisão, a família descobriu que o suspeito também tinha estuprado a filha de 13 anos e denunciou o crime à polícia. Ao ser solto para apelar em liberdade, ele foi para casa, agrediu a mulher e matou a adolescente.

Horácio postou foto com mulher e a filha em outubro de 2017 — Foto: Facebook/ReproduçãoFilha de 13 anos a facadas, na madrugada desta quarta-feira (3), no bairro Mailasque, em São Roque (SP). Horácio Nazareno Lucas estava preso desde julho, quando passou a cumprir pena por estuprar a cunhada em 2011. Ao ser solto, nesta terça-feira (2), ele foi para casa, matou a filha e fugiu.

De acordo com a polícia, uma viatura foi acionada para atender a uma ocorrência de violência doméstica, porém, quando a equipe estava a caminho do bairro, foi surpreendida por um menino de 6 anos pedindo socorro, dizendo o pai havia matado a irmã.

Os policiais militares foram até o sítio da família e encontraram Letícia Tanzi Lucas, de 13 anos, inconsciente e ferida na sala. A estudante foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada à Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.

(Correção: a reportagem errou ao informar que o suspeito estava preso por estuprar a filha. A família dela chegou a denunciá-lo por estupro [veja mais abaixo], mas a prisão foi por conta do crime cometido em 2012. A reportagem foi corrigida às 12h05.)

 

Pai foi denunciado por estuprar a filha

 

Horácio foi preso em junho deste ano, após ser condenado a oito anos de prisão por estuprar a cunhada, que tem problemas mentais, em 2011.

 advogado de defesa da família entrou com um pedido para que o homem continuasse respondendo em liberdade, já que o crime tinha acontecido há vários anos e ele sempre colaborou com a Justiça, comparecendo às audiências sobre o caso.

 
Horácio postou foto com mulher e a filha em outubro de 2017 — Foto: Facebook/ReproduçãoHorácio postou foto com mulher e a filha em outubro de 2017 — Foto: Facebook/Reprodução

Horácio postou foto com mulher e a filha em outubro de 2017 — Foto: Facebook/Reprodução

Dias depois da prisão, no entanto, a família descobriu que a filha era abusada pelo pai e registrou um boletim de ocorrência contra ele.

Nesta terça-feira o juiz acatou o pedido feito pelo advogado de defesa e concedeu ao suspeito o direito de apelar em liberdade.

Segundo consta no boletim de ocorrência, ao ir para casa, ele começou a discutir com a mulher sobre o motivo dela e da filha terem aberto uma denúncia contra ele. Horácio ficou nervoso, agrediu a mulher com socos e tentou esganá-la. Ela conseguiu se desvencilhar e fugir para a casa de uma vizinha, para pedir socorro.

O documento policial relata que o homem trancou o filho mais novo no quarto e deu várias facadas na filha, que estava na sala. Em seguida, o criminoso fugiu por um matagal.

 
Jovem foi morta a facadas pelo pai em São Roque  — Foto: Facebook/ReproduçãoJovem foi morta a facadas pelo pai em São Roque  — Foto: Facebook/Reprodução

Jovem foi morta a facadas pelo pai em São Roque — Foto: Facebook/Reprodução

Quando o garoto ouviu os barulhos, conseguiu sair do quarto e foi para a rua, onde encontrou a viatura policial.

A mãe precisou ser medicada e vai passar por exames no Instituto Médico Legal (IML) por conta das agressões. O corpo da estudante está no IML de Sorocaba e deve ser enterrado no Cemitério da Paz.

 
Caso foi apresentado na delegacia de São Roque (SP) — Foto: São Roque Notícias/DivulgaçãoCaso foi apresentado na delegacia de São Roque (SP) — Foto: São Roque Notícias/Divulgação

Caso foi apresentado na delegacia de São Roque (SP) — Foto: São Roque Notícias/Divulgação

Fonte G1 

Cantor sertanejo preso por fraude em contas bancárias

Uma quadrilha de estelionatários roubou mais de R$ 30 milhões de contas bancárias, em um ano, aplicando golpes em correntistas. Nesta segunda-feira, 27 suspeitos foram presos no Rio de Janeiro e no Paraná.

Resultado de imagem para Cantor sertanejo presos por fraude em contas bancáriasSegundo o Ministério Público do Paraná, em Ponta Grossa, no interior do Paraná, o cantor sertanejo Rick Ribeiro foi detido. Ele seria um dos hackers do grupo e usaria o dinheiro das fraudes para financiar seus clipes. Além disso, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão.

De acordo com Polícia Civil, o grupo tinha como “vítimas” tanto pessoas físicas, quanto grandes empresas. Os criminosos entravam em contato com as vítimas indicavam certos números para que as vítimas digitassem na barra de rolagem do computador e, dessa forma, conseguiam os dados bancários.

 Segundo a polícia, o grupo atua no Sul Fluminense há mais de uma década, mais precisamente em Barra Mansa. Com acesso a dados cadastrais sigilosos, os suspeitos entravam em contato com as vítimas ou até mesmo departamentos jurídicos de grandes empresas e se passavam por funcionários de bancos.

Golpes em 20 minutos

Os criminosos forjavam um processo de atualização de cadastro. Com direito a número de protocolo, as vítimas eram direcionadas para uma página clonada e “hackers” tinham acesso a dados sigilosos. Com as senhas, os golpes levavam no máximo 20 minutos, tempo suficiente para que quantias altas fossem transferidas para diversas contas de “laranjas”.

Outra parte da quadrilha, então, entrava em ação, seguindo até agências bancárias para efetuar saques. Uma grande empresa do ramo de planos de saúde, por exemplo, sofreu golpes estimados em R$ 500 mil.

Os criminosos levavam menos de dez minutos para fazer as transferências.

A segunda fase da Operação Open Doors tem o objetivo de cumprir 43 mandados de prisão e mais de 40 de busca e apreensão em sete estados do país. Ao todo, 237 suspeitos foram denunciados. Os suspeitos serão indiciados por diversos crimes, entre eles organização criminosa, lavagem de dinheiro e furto qualificado.

Fonte: Extra

Idoso é preso acusado de estuprar duas bisnetas no Piauí

Um idoso identificado como João Batista Carneiro, de 82 anos, foi preso nessa quinta-feira (13), acusado de estuprar duas bisnetas, uma de 10 anos e outra de oito, no município de Cocal.

Idoso é preso acusado de estuprar duas bisnetas no PiauíA prisão ocorreu na casa do acusado, localizada na localidade Frecheiras, zona rural da cidade. As investigações iniciaram após alguns familiares do aposentado, que também são parentes das garotas, denunciarem os abusos ao Conselho Tutelar.

De acordo com a delegada Daniela Dinalli, o depoimento das vitimas apontaram que os abusos vinham acontecendo há mais de três anos. Os familiares não suspeitavam e nem haviam tomado conhecimento do que estava acontecendo antes, porque as crianças eram ameaçadas pelo bisavô.

blog do coveiro  

Suspeito de esfaquear Bolsonaro é identificado e preso

O suspeito de esfaquear o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro foi preso e identificado como Adelio Bispo de Oliveira, segundo a GloboNews. O Blog do Noblat, colunista da Veja, publicou a foto dele no Twitter.

O ataque ocorreu na tarde desta quinta-feira (06), durante ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Bolsonaro era carregado por apoiadores quando levou a facada. 

O presidenciável foi atendido na Santa Casa de Juiz de Fora e, segundo um de seus filhos, Eduardo Bolsonaro, o candidato não corre risco de morte. 

Suspeito de esfaquear Bolsonaro é identificado e preso

portal r10

Empresários e servidores da Semar-PI são presos em operação

A Secretaria de Segurança Pública  e a Polícia Civil do Piauí, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, deflagraram na manhã desta quinta-feira (30), a Operação Natureza, com o objetivo de prender agentes públicos e empresários que cometeram crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, associação criminosa, advocacia administrativa, além de crimes ambientais.

Empresários e servidores da Semar-PI são presos em operaçãoForam expedidos 10 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão temporária que foram cumpridos em Teresina, Regeneração, Guadalupe e Brasília-DF. 

As investigações foram iniciadas em 2015, por meio de uma denúncia anônima feita à Polícia Federal e, posteriormente encaminhada ao Greco, visando a apuração de ilícitos praticados por servidores da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (SEMAR-PI), tais como desvio de verbas públicas, o uso irregular de bens públicos, emissão de licenças ambientais de forma irregular, dentre outros. As ações dos investigados ocorrem desde 2012 e o valor estimado de prejuízo à administração pública é de R$ 3.129.236,04. 

A operação contou como o apoio operacional da Diretoria de Inteligência da SSP e Polícia Civil (DINT), Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), Divisão de Operações Especiais (DOE), Delegacia de Repressão a Crimes de Internet (DRCI), Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), 4º Distrito Policial, Polícia Civil do Distrito Federal, 25º Batalhão do Exército Brasileiro e Tribunal de Contas do Estado.

Portal r10 

PIAUÍ: Ex-prefeito e empresários são presos na operação do Gaeco por corrupção

A operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) prendeu na manhã desta quinta-feira (23) o ex-prefeito de Buriti dos Lopes, Benildo Duarte Val e mais cinco empresários suspeitos de corrupção.

Resultado de imagem para Ex-prefeito e cinco empresários são presos na operação do Gaeco por corrupçãoAs prisões fazem parte da terceira fase da operação Escamoteamento deflagrada pelo Ministério Público Estadual. Estão sendo cumpridas 13 mandados de prisões preventiva e temporária.

Entre os presos estão o empresário Carlos Kenede Fortuna Araújo, o Carlinho Pezão, além de servidores públicos e engenheiro. Foi preso também o ex-secretário de Finanças de Viçoça, no Ceará, Rafael de Sousa Arruda. 

Atualização 7h30

A 3° fase da operação Escamoteamento foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (23). A investigação tem como foco o desvio de recursos públicos do município de Buriti dos Lopes (PI), onde algumas empresas e empresários da Serra da Ibiapaba no Ceará, juntamente com a participação de agentes públicos desviaram recursos públicos entre os anos de 2013 e 2016. 

Estão sendo cumpridos sete mandados de prisão preventiva, seis mandados de prisão temporária e 16 de busca e apreensão. As ordens judiciais foram expedidos pelo juízo da Vara Única de Cocal, cidade onde tede início a operação. 

Durante a investigação, o Ministério Público do Piauí solicitou o bloqueio no total de R$ 8.388.822,64 de bens dos investigados, valor este inicialmente detectado de prejuízo ao erário.

A operação é comandada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado do Piauí (Gaeco),  com o apoio e participação no cumprimento dos mandados, da Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas do Estado do Piauí, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil do Piauí e Polícia Militar do Piauí, além do Ministério Público do Estado do Ceará.

cidade verde 

Criminosos rendem seguranças e explodem carro-forte na BR-230, Sul do Piauí

Criminosos armados explodiram na manhã desta quinta-feira (16) um carro-forte na BR-230, entre Oeiras e São João da Varjota, Sul do Piauí. Na ação, os seguranças conseguiram sair ilesos e os suspeitos fugiram com o dinheiro transportado no veículo.

Resultado de imagem para Criminosos rendem seguranças e explodem carro-forte na BR-230, Sul do Piauí

'Foi por volta das 11h, a 15 km da entrada de Oeiras. As nossas equipes saíram em diligência seguindo os suspeitos, que estão em SW4 prata e fugiram em direção a Tanque do Piauí', informou major Richarlison França, da Polícia Militar de Oeiras.

De acordo com o policial, os seguranças foram encontrados próximo ao local e não ficaram feridos. Equipes da polícia estão no local coletando informações da ocorrência e ainda não se sabe quantas pessoas participaram do crime.

g1 

Ligue 180 registra mais de 740 casos de feminicídio este ano

Nos primeiros sete meses deste ano, o Ligue 180 - Central de Atendimento à Mulher, registrou mais de 740 ocorrências relacionadas a feminicídios e tentativas de homicídio contra mulheres. Segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (13) pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH), de janeiro a julho de 2018, foram registrados 78 casos de feminicídios e 665 tentativas de assassinatos de mulheres.

Imagem relacionadaNo período, a Central recebeu quase 80 mil relatos de violência de gênero, sendo que cerca de 80% das denúncias foram classificadas como violência doméstica. Agressões físicas representam quase metade (46,94%) dos relatos. E três em cada dez denúncias se referem a violência psicológica.

Além das violências doméstica, física e psicológica, o Ligue 180 registra ainda casos de violência sexual, moral, patrimonial, obstétrica, no esporte, cárcere privado, crimes cibernéticos e agressões contra mulheres migrantes e refugiadas.

As denúncias são encaminhadas para a Defensoria Pública e Ministério Público e outras instituições da rede de proteção das mulheres. A Central também orienta sobre a Lei Maria da Penha e outros dispositivos legais de defesa dos direitos das mulheres.

O canal de denúncias pode ser acessado no Brasil e em mais 16 países: Argentina, Bélgica, Espanha, Estados Unidos, França, Guiana Francesa e Inglesa, Holanda, Inglaterra, Itália, Luxemburgo, Noruega, Paraguai, Portugal, Suíça, Uruguai e Venezuela. A ligação para o 180 é gratuita e pode ser feita inclusive nos feriados e fins de semana. Os casos de violência também podem ser registrados pelo e-mail ligue180@spm.gov.br .

Feminicídio

Fruto da Lei Maria da Penha, o crime do feminicídio foi definido legalmente em 2015 como assassinato de mulheres por motivos de desigualdade de gênero e tipificado como crime hediondo. Segundo o Mapa da Violência, quase 5 mil mulheres foram assassinadas no país, em 2016. O resultado representa uma taxa de 4,5 homicídios para cada 100 mil brasileiras. Em dez anos, houve um aumento de 6,4% nos casos de assassinatos de mulheres.

Nos últimos dias, vários casos de agressão contra mulheres até a morte repercutiram em todo o país e reacendeu o debate em torno da violência de gênero. Um dos casos mais emblemáticos ocorreu no interior do Paraná, onde o biólogo Luís Felipe Manvailer foi denunciado pelo assassinato de sua esposa, a advogada Tatiane Spitzner. Ela foi encontrada morta no dia 22 de julho depois de cair do 4º andar do prédio onde o casal morava, em Guarapuava (PR).

ebc 

Dona da Carreira RH foi presa na Operação Topique

Uma das proprietárias da empresa Carreira RH, Lívia de Oliveira Saraiva, está entre os presos na Operação Topique, realizada no Piauí e Maranhão, contra fraude em licitação de serviços de transporte escolar.

Resultado de imagem para operação topiqueA Carreira RH é uma empresa de recrutamento, seleção e treinamento, localizada na zona leste de Teresina.

A Operação Topique foi realizada pela Polícia Federal em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU). Além de Lívia, mais 20 empresários e duas servidoras da Secretaria de Educação do Piauí foram presas.

Segundo a PF, foi constatado que oito empresas de transportes foram utilizadas para praticar fraudes em licitações e nove empresas para lavagem de dinheiro.

"As oito empresas de transportes foram utilizadas em várias prefeituras pelo governo do estado fraudando licitações fazendo subcontratações irregulares, resultando em superfaturamento de contratos", explicou Leonardo Portela, coordenador da operação.

Dona da Carreira RH foi presa na Operação Topique

portal r10

Homens morrem depois de ingerir bebida com veneno em

Dois homens morreram e um está em estado grave depois de ingerir veneno de rato achando que era bebida alcóolica, na noite dessa quinta-feira (09), em Teresina.  O fato ocorreu no Portal São Vicente, zona rural da capital. A substância estava dentro da geladeira. 

Homens morrem depois de ingerir bebida com veneno em TeresinaAs vítimas, José Francisco Lopes de Almeida e seu cunhado Erivelton Fernando Eloi morreram a caminho do hospital. O filho de José Francisco, identificado como Davi Ferreira Lima foi levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). A perícia foi acionada para apurar as causas precisas das mortes. 

"Cheguei do serviço por volta de 18h e já encontrei uma pessoa morta. Perguntei o que era [aos vizinhos], disseram que tinha tomado uma cachaça que continha veneno e parece que muitos dias na geladeira. Foram três, duas morreram. Um sobreviveu", relatou um morador à TV Meio Norte.

portal r10

Punição em caso de importunação sexual fica mais rigorosa

O Código Penal brasileiro define infrações e sanções nos casos de importunação sexual, estupro de vulnerável (quando a vítima tem menos de 14 anos) e divulgação de cenas. Porém, o substitutivo aprovado no último dia 7 no Senado altera a tipificação desses crimes e aumenta as penas.

Resultado de imagem para Punição em caso de importunação sexual fica mais rigorosaO texto aprovado pelos senadores tipifica como crime a chamada importunação sexual, definida como a prática de “ato libidinoso, na presença de alguém e sem a sua anuência, com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”.

A pena prevista para esse tipo de crime é de reclusão de um a cinco anos, se o ato não constitui crime mais grave.

O Código Penal também foi alterado pelo projeto de lei no sentido de ressaltar que as penas previstas para quem comete conjunção carnal ou ato libidinoso com menor de 14 anos devem ser aplicadas independentemente do consentimento da vítima ou do fato de ela já ter mantido relações sexuais antes do crime.

Divulgar cena de estupro, incluindo de vulnerável, e imagens de sexo ou pornografia também passa a ser crime.

O texto aprovado é claro no que se refere a atos dessa natureza. Diz o projeto: “Oferecer, trocar, disponibilizar transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio, inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro, ou estupro de vulnerável, ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”.

A violação desse artigo pode levar à reclusão de um a cinco anos. A pena pode ser aumentada em até dois terços se a agressão for cometida por pessoa que tem relação íntima de afeto com a vítima. Em caso de motivação por vingança ou humilhação, também cabe aumento de pena.

O projeto ressalva que imagens desse tipo, divulgadas em publicações de natureza jornalística, científica, cultural ou acadêmica que impossibilitem a identidade da vítima e que tenham sua prévia autorização, não incorrem em crime.

Incitar também é crime

Sob pena de detenção de um a três anos, o ato de induzir ou instigar alguém a praticar crime contra a dignidade sexual, assim como incitar ou fazer apologia a esse tipo de prática, também foram incluídos na legislação penal.

O projeto prevê que os crimes sexuais possam ser denunciados pelo Poder Judiciário por ação penal pública incondicionada. Ou seja, o projeto dispensa o Ministério Público de agir somente se manifestado o desejo da vítima. Atualmente, no Código Penal, não há exigência de representação para a ação penal. Antes, era aplicada somente para casos que envolviam vítimas menores de 18 anos.

Além do aumento de pena, os crimes de estupros coletivo e corretivo, se o projeto for sancionado como foi aprovado no Congresso, ainda prevê agravamento da punição em  um terço, se os crimes forem cometidos em local ou transporte público, à noite, com emprego de arma ou outro meio que dificulte a defesa da vítima. A pena é agravada pela metade se o agressor tiver alguma relação familiar ou de autoridade com a vítima.

ebc

Policiais militares denunciam falta de rádios comunicadores em viaturas no Piauí

Os rádios comunicadores das viaturas da Polícia Militar do Piauí estão sem funcionar e os policias são obrigados a usar por meio do celular pessoal, o que prejudica muitas ocorrências. Flagrantes feitos pela equipe de reportagem mostram a falta do equipamento em alguns veículos e outros com o funcionamento precário, seguido por interferências que prejudicam a comunicação.

Imagem relacionada“Como se pode observar nas viaturas não existem também locais adequados para um carregamento desses celulares. Então as baterias deles também descarregam rapidamente. E aí a comunicação se torna completamente inviável”, declarou um policial, que não quis se identificar.

Segundo a Associacão dos Oficiais Militares do Estado do Piauí (Amepi), a comunicação entre os policiais está sendo feita, na maioria, por meio de rádio portáteis. Eles denunciaram que como a bateria não suporta muito tempo, a saída tem sido a uso de celulares particulares. O Governo do Estado teria adquirido do Exército um novo sistema de comunicação, que não foi implantado totalmente.

“Antes do início dessa gestão, tinha um sistema de rádio que funcionava, com gravação de voz, que permitia amplo alcance . Nós poderíamos falar de Teresina e manter comunicação com a equipe até de Altos, mas este sistema foi desestruturado e implantou outro, que seria mais moderno. Mas com falta de complementação da contrapartida do estado, para que ele pudesse vir a funcionar, o sistema ficou funcionando precariamente com alcance comprometido, com base em rádios portáteis, a comunicação passou a ser via celular particular do policial", afirmou o tenente-coronel Carlos Pinho, presidente da Amepi.

Atualmente no Piauí existem cerca de cinco mil policiais militares em atividade, número considerado insuficiente, segundo especialistas em segurança. Como se não bastassem o pouco número de policiais nas ruas, esse problema da falta de comunicação tem dificultado o trabalho de prevenção como de repressão aos crimes.

 

O policial que não quis se identificar revelou que perseguições a bandidos foram prejudicadas por causa da falta de comunicação. “Têm viaturas que vão pra rua sem comunicação alguma e simplesmente é mandado que vão fazer o patrulhamento mesmo que sem comunicação. Que você se comunique com a central de atendimento 190 e passe seu celular pessoal e resolva. Tem que ter suporte, não é só o profissional, se não tiver a ferramenta pra ajudar no trabalho, aí fica complicado”, declarou.

A Comandando da Polícia Militar do Piauí não quis gravar sobre o assunto.

Fonte G1  

Justiça Federal mantém prisão de 22 envolvidos na Operação Topique

Os nomes de 21 presos na Operação Topique, que investiga fraudes em licitações do transporte escolar do governo do Piauí, foram divulgados na tarde desta sexta-feira (3) pela Justiça Federal do Piauí, através da Secretaria da 3ª vara criminal federal do estado. 

Resultado de imagem para prisão de 22 envolvidos na Operação TopiqueDurante todo o dia de ontem aconteceram as audiências de custódia de 22 presos na operação, sendo 13 preventivamente e 9 temporariamente e nenhum deles foi liberado. O juiz da 3ª vara criminal federal, Agliberto Gomes de Machado, ouviu os presos em audiência.

Agliberto Gomes decidiu pela manutenção da prisão 22 dos 23 detidos na operação deflagrada pela Polícia Federal. Somente uma delas, Nara Loyse Marques, foi liberada ainda ontem. 

Além disso foram expedidas na deflagração da Topique, 40 mandados de busca e apreensões. Segundo cálculo da PF, o prejuízo com as fraudes chega a R$ 119 milhões. 

A Diretora de Secretaria da 3ª Vara Criminal Federal, Marta Rocha, explicou que as audiências serviram para apreciar somente as circunstâncias nas quais todos foram presos.

“Não é nada do processo em si. Quanto a isso, continuam as investigações, que está na fase de inquérito. A questão de manter a prisão ou não, o juiz pode aproveitar para apreciar em audiência os pedidos de liberdade que os advogados costumam entrar. Mais via de regra, a audiência de custódia serve para avaliar como foi feita a prisão por parte da polícia. Tanto é que eles passam pelo IML e se apresentam (à Justiça Federal) para ver se sofreram alguma lesão, tortura”, esclareceu a diretora.

Veja o nome de 21 dos 22 presos que tiveram as prisões mantidas:

  • Lívia de Oliveira Saraiva
  • Charlene Silva Medeiros
  • Lana Mara Costa Sousa
  • Magna Ribeiro da Silva Flizikowski
  • Maria Anniele de Fátima Almeida
  • Suyana Soares Cardoso
  • Sicilia Amazonas Soares Borges
  • Francis Camila de Sousa Pereira
  • Paula Rodrigues de Sousa dos Santos
  • Elisandra Pereira Lima
  • Lisiane Lustosa Almendra
  • Antônio LIma de Matos da Costa
  • Luís Carlos Magno Silva
  • Carlos Augusto Ribeiro de Alexandrino Filho
  • Miguel Alves Lima
  • Odair Gomes Leal
  • Raimundo Félix Saraiva Filho
  • Rodrigo José da Silva Junior
  • Luiz Gabriel da Silva Carvalho
  • Samuel Rodrigues Feitosa
  • Antonio Ribeiro da Silva

cidade verde 

PIAUÍ: Padre é amarrado durante assalto em sua residência

O Padre Jardel Moreira, paroco da Igreja do Renascença I, na zona Sudeste de Teresina, foi abordado na madrugada dessa sexta-feira (03), por três homens com revólver calibre 38, no momento em que chegava em sua casa. Os criminosos agiram no momento em que o padre acionou o controle remoto para abrir o portão elétrico da sua residência.

Padre Jardel (Crédito: Reprodução/Facebook)

Padre Jardel (Crédito: Reprodução/Facebook)

Toda ação durou aproximadamente 20 minutos e os bandidos deixaram a casa completamente revirada. Na manhã de hoje, o padre coseguiu se soltar e foi denunciar o caso na delegacia do bairro.

As informações foram confirmadas por funcionários que trabalham com o padre. Ainda de acordo com relatos, o padre vinha de um retiro espiritual no bairro Angelim, na zona Sul, quando foi suspreendido pela ação criminosa.

Até o momento, os suspeitos ainda não foram identificados. As buscas continuam.

Com informações da repórter Solange Sousa, da Rede Meio Norte

Meio Norte 

© 2017 Corrente é notícia, todos os direitos reservados